Árvore de Natal ou comercial de Natal?

Não há dúvida de que uma árvore de natal coberta de luzes e efeitos tecnógicos especiais encanta. Especialmente se for bem grande e num parque, rodeada por outras decorações e show de água e luzes no lago bem ao lado. E não está sendo diferente com a árvore de natal do Parque Ibirapuera deste ano.

Mas alguém se perguntou sobre a qualidade dessa decoração? O que ela realmente representa? E por que a presença de ursos polares ao invés de algum animal da riquíssima fauna brasileira?

Árvore de Natal no Parque Ibirapiera. Foto: Cesar Itiberê/Fotos Públicas, 14/12/2017.

Pois bem: o urso polar é a mascote da Coca-Cola, empresa que, agora, patrocina a árvore. Sabemos que é proibido fazer propaganda dentro do Parque Ibirapuera, colocar placas de anúncio comercial. E assim deve ser. O parque é um lugar de contato com a natureza, de lazer e bem estar social e deve ser tutelado contra a parafernália dos anúncios. Deixemo-los para a televisão e para os shoppings.

Mas a Coca-Cola encontrou a brecha para desrespeitar esse princípio. Fez da sua mascote – que com o Natal não tem nada que ver – o personagem central da árvore; e, sem precisar usar uma palavra sequer, colocou a sua propaganda dentro do Parque Ibirapuera.

Qual a relação do urso polar com o Natal? Alguém sabe responder? E por que as pessoas deveriam achá-lo tão bonitinho ao mesmo tempo em que desprezam a belíssima e variadíssima fauna brasileira?

De Natal a árvore do Ibirapuera tem muito pouco. De comercial, muito! E, de sobra, ainda mostra como o brasileiro está e é facilmente colonizado.

Posts relacionados

A beleza dos parques de São Paulo

Cemitério ou parque? Os dois!

Aquário no Ibirapuera? Nunca se ouviu ideia mais tola…